Sorine da criatividade.

De uns tempos pra cá eu ando me sentindo entupida.
Andei conversando com um amigo da faculdade e ele disse que ta sentindo a mesma coisa, então chegamos a conclusão de estamos ~criativamente entupidos~.
Aí cê me pergunta “ô Amanda, que porra é esta, minha filha?” e eu lhe respondo que é a sensação de querer produzir algo artístico repleto de sentimentos, mas esses sentimentos estão tão enfiados nas suas entranhas que você não consegue descrevê-los, daí rola a dificuldade de descriptografar essa mensagem e introduzi-la semioticamente em algo (inclusive textinhos com duplo sentido, mas não é o caso no momento, pois ainda me sinto entupida).

Ora, sou uma estudante de design gráfico, era pra isso ser fácil! Certo?
ERRADO! A minha cabeça não para de pensar enquanto meu corpo não para de sentir.
É difícil dormir e é difícil me concentrar. Conclusão: eu fico aqui na frente do computador igual uma retardada. Abro 30 mil abas do nada e as fecho do mesmo jeito que abri.

Enquanto isso meu cérebro fica louco fazendo várias conexões involuntárias, então do NADA me vem algo na cabeça que me faz ficar paranoica ou então um desejo incontrolável de desenhar que some imediatamente na hora em que eu vejo uma folha em branco.

Eu acho que não tem cura mesmo não.
Meu primo tava certo o tempo inteiro.
Meu destino é ser internada no Juqueri pagua.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s